... Você pode me ver do jeito que quiser, eu não vou fazer esforço pra te contrariar, de tantas mil maneiras que eu posso ser, estou certa que uma delas vai te agradar...

Total de visualizações de página

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Desistir?

"Desistir.... eu já pensei seriamente nisso, mas nunca me levei realmente a sério. É que tem mais chão nos meus olhos do que cansaço nas minhas pernas, mais esperança nos meus passos do que tristeza nos meus ombros, mais estrada no meu coração do que medo na minha cabeça." Cora Coralina



By The Daddy's Little Girl

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

NÃO IMPORTA...

"Não importa o quanto às vezes seja difícil,  
o quanto às vezes eu me atrapalhe,  
o quanto às vezes eu seja a densa nuvem que esconde o meu próprio sol,  
quantas vezes seja preciso recomeçar : Combinei comigo não desistir de mim."
Ana Jácomo
 
By Ju Maciel

A PALHAÇADA NÃO PODE CONTINUAR

Os fatos abaixo relatados são certamente de seu conhecimento mas, a sua reunião num só artigo impressiona e os faz, mais ainda, dignos de consideração face à eleição que se aproxima.

A COISA ESTÁ FICANDO PRETA.

PATRULHAMENTO GERAL..


O primeiro jornalista a sofrer cerceamento do direito de bem informar, em consequência dos seus verdadeiros, contundentes e procedentes comentários contra os desmandos do atual governo, foi o Boris Casoy. De acordo com o noticiário da época, ele foi demitido a pedido do próprio Lula, entretanto, a coisa vem se agravando de maneira avassaladora e perigosa. Vejamos:


O Programa do Jô tirou do ar (sem dar qualquer satisfação ao público) o quadro "As Meninas do Jô", que era apresentado às quartas-feiras, onde as jornalistas Lilian Witifibe, Ana Maria Tahan, Cristiana Lobo, Lúcia Hippólito e, por vezes, outras mais, traziam a público e debatiam todas as falcatruas perpetradas por essa corja de corruptos que se apossou do País. As entrevistas sobre temas políticos não têm sido mais levadas a efeito, atualmente. Virou um programa de amenidades e sem qualquer brilhantismo.



O jornalista Arnaldo Jabor, considerado desafeto pelo governo atual, vem sofrendo, de forma velada e sistemática, todo tipo de retaliação. Já foi processado, condenado, amordaçado e por aí vai. Sua participação diária às 07h10 na Rádio CBN tem se limitado a assuntos sem a relevância que tinha, haja vista que está impedido de falar sobre assuntos que envolvam a política nacional e o atual governo.



A jornalista Lúcia Hippólito, que tinha uma participação diária às 07h55 na Rádio CBN, não está mais ocupando o microfone da emissora como fazia e nenhum comunicado foi feito pelo âncora do horário, o jornalista Heródoto Barbeiro. Sorrateiramente, colocaram-na como âncora em outro horário, em que enfoca matérias mais amenas e sem a habitual, verdadeira e procedente contundência.



Diogo Mainard, da Revista Veja, além de processado, vem sofrendo várias ameaças de morte por parte do jornal do MR-8 (que faz parte da base aliada ao Lula) e de integrantes dos chamados "Movimentos Sociais". Ele mudou-se do Brasil...



O jornal "Estadão" de São Paulo está sob forte censura governamental há pelo menos 200 dias.



Pelo que se vê, Fidel Castro está fazendo escola na América do Sul. O primeiro a colocar em prática esses ensinamentos, aniquilando o direito de imprensa, foi Hugo Chaves, e o PresiMENTE Lula está trilhando o mesmo caminho.



Constitucionalmente:

Onde está o ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO?

Onde está o LIVRE DIREITO DE MANIFESTAÇÃO?

Onde está a LIBERDADE DE EXPRESSÃO?

Onde está a LIBERDADE DE UMA NAÇÃO? Onde estão os Sindicatos e Instituições de classe, que nada fazem?

Onde estão as passeatas para parar com esta ditadura?




Poema para refletir:

Poema DA MENTE

Affonso Romano de Sant`Anna


Há um presidente que mente,

Mente de corpo e alma, completa/mente.
E mente de maneira tão pungente

Que a gente acha que ele mente sincera/mente,

Mais que mente, sobretudo, impune/mente...
Indecente/mente.

E mente tão nacional/mente,

Que acha que, mentindo história afora,

Vai nos enganar eterna/mente.

NO PROXIMO DOMINGO - DIA 03 - DIGA NÃO A ESSA PALHAÇADA

DIGA:

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Como temperar o aço

Lynell Waternnan conta à história do ferreiro que, depois de uma juventude cheia de excessos, decidiu entregar sua alma a Deus. Casou-se, formou uma família, e durante muitos anos trabalhou com afinco. Entretanto, apesar de toda a sua dedicação, nada parecia dar certo em sua vida.

Muito pelo contrário: seus problemas e dívidas acumulavam-se cada vez mais. Uma bela tarde, sua mulher reclamou:

_ Você está dando um péssimo exemplo a nosso filho. Justamente depois que resolveu se tornar um homem temente a Deus, a sua vida começou a piorar. Eu não desejo enfraquecer sua fé, mas, apesar de toda a sua crença no mundo espiritual, nada tem dado resultado.

O ferreiro não respondeu imediatamente: também ele já havia pensado nisso muitas vezes, sem entender o que acontecia.

Entretanto, como não queria deixar a mulher sem resposta, naquela mesma noite _ durante o jantar com sua família _ o ferreiro explicou o que estaca sentindo:

_ Eu recebo nesta oficina o aço ainda não trabalhado, e preciso transformá-lo em espadas. Vocês sabem como isso é feito? Primeiro, eu aqueço a chapa de aço num calor infernal, até que ela fique vermelha.



Em seguida, sem qualquer piedade, eu pego o martelo mais pesado, e aplico vários golpes, até que a peça adquira a forma desejada. Logo ela é mergulhada numa balde de água fria, e a oficina inteira se enche com o barulho do vapor, enquanto a peça estala e grita por causa da súbita mudança de temperatura. Tenho que repetir este processo até conseguir a espada perfeita: uma vez apenas não é o suficiente.



O ferreiro deu uma longa pausa, acendeu um cigarro e continuou:

_ Às vezes, o aço que chega as minhas mãos não consegue agüentar este tratamento. O calor, as marteladas e a água fria terminam por enchê-lo de rachaduras. E eu sei que jamais se transformará numa boa lâmina de espada. Então, eu simplesmente o coloco no monte de ferro-velho que existe na entrada da minha ferraria.

Mais uma pausa, e o ferreiro concluiu:


_ Sei que Deus está me colocando no fogo das aflições. Aceito as marteladas que a vida me dá, e às vezes sinto-me tão frio e insensível como a água que faz sofrer o aço. Mas a única coisa que peço é: meu Deus, não desista, até que eu consiga tomar a forma que o Senhor espera de mim. Tente da maneira que achar melhor, pelo tempo que quiser, mas jamais me coloque no monte de ferro-velho das almas.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Não sei se é todo esse tempo que passou, ou o pouco tempo que ainda falta passar. Não sei se é o pouco que já se viveu, ou tudo que ainda nos resta viver. Não sei se é o pouco que eu sei sobre você, ou o muito que ainda tenho pra descobrir. Eu não sei de muitas coisas, mas poucas vezes tive tanta certeza de algumas. Eu preciso da tua presença para, pela primeira vez, sentir genuína saudade. Eu preciso de você aqui, pra nunca mais te querer em outro lugar.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

ESTOU APRENDENDO TAMBÉM

Amar não é ter que ter sempre certeza
É aceitar que ninguem é perfeito pra ninguem
É vc ser vc mesmo e não precisar fingir
É tentar esquecer e não conseguir fugir
Já pensei em te largar
Já olhei tantas vezes pro lado
Mas quando eu penso em alguem
É por vc que fecho os olhos
Sei que nunca fui perfeita
Mas com voce eu posso ser até eu mesma
que vc entender...
Posso brincar de descobrir desenho em nuvens
Posso contar meus pesadelos e ate minhas coisas futeis
Posso tirar sua roupa
Posso fazer o que eu quiser
Posso perder o juizo
Mas com vc eu to tranquila

Agora o que vamos fazer
Eu também não sei
Afinal
Será que amar é mesmo tudo?

SE ISSO NÃO É AMOR O QUE MAIS PODE SER???

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

LULA - O VIAJANTE

texto de Joelmir Beting


Se beber não dirija. Nem governe.

Até aqui, em 40 meses de governo, o presidente Lula já cometeu 102 viagens ao mundo. Ou mais de duas por mês, tal como semana sim, semana não. Sem contar, ora pois, as até aqui, 283 viagens pelo Brasil...

Hoje, dia 15, ele completa 382 dias fora do país desde a posse. E pelo Brasil, no mesmo período, 602 dias fora de Brasília.

Total da itinerância presidencial, caso único no mundo e na História: Exatos 984 dias fora do Palácio, em exatos 1.201 dias de presidência.

Equivale a 81,9% do seu mandato fora do seu gabinete. Esta é a defesa da tese de que ele não sabia e nem sabe de nada do que acontece no Palácio do Planalto.

Governar ou despachar, nem pensar.

A ordem é circular. A qualquer pretexto.

E sendo aqui deselegante, digo que o presidente não é (nem nunca foi) chegado ao batente, ao despacho, ao expediente.

Jamais poderá mourejar no gabinete, dez horas por dia, um simpático mandatário que tem na biografia o nunca ter se sentado à mesa nem para estudar, que dirá para trabalhar.'

SEM CONTAR AS DESPESAS:

FHC, EM 8 ANOS DE GOVERNO, GASTOU R$ 58 MILHÕES, CRITICADOS PELO PT.

LULA ATÉ AGORA, EM MENOS DE 7 ANOS, GASTOU R$ 584 MILHÕES! E SÓ AS IDENTIFICADAS PELA IMPRENSA !!!!!!!

E o povão ainda aplaude e vota!
 
 
 
EU ESTOU FAZENDO A MINHA PARTE, JÁ QUE NÃO CONSEGUIMOS COLOCAR ESSES BANDIDOS NA CADEIA, VAMOS PELO MENOS TIRA-LOS DO PODER....


Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.


Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.

Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.



Por isso, preste atenção nos sinais – não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR.



Carlos Drummond de Andrade

DANCEM COMIGO!!!!

http://www2.theuglydance.com/?v=higbxtbuy5

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Você é inteligente.


Lê livros, revistas e jornais. Gosta de filmes de Woody Allen, do Hal Hartley e do Tarantino, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.



É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido em comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco.



Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettuccine ao pesto é imbatível. Você tem bom humor não pega no pé de ninguém e adora sexo.



Com um currículo desses, criatura, por que diabo está sem namorado?



Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática : eu linda + você inteligente = dois apaixonados.





Não funciona assim. Ninguém ama a outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não-fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo-lhes à porta.


O amor não é chegado a fazer contas, não obedece a razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar. Costuma ser despertado mais pelas flechas do Cupido que por uma ficha limpa.


Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai ligar e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário, ele adora o Planet Hemp, que você não suporta. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro e é meio galinha. Ele não tem a menor vocação para príncipe encantado, mas você não consegue despachá-lo. Quando a mão dele toca em sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita de boca, ele adora animais, ele escreve poemas. Por que você ama esse cara? Não pergunte a mim.

Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas a que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou murchar, você levou-a para conhecer sua mãe e ela foi de blusa transparente. Você gosta de Rock e ela de MPB, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina o Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam. Então? Então que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, se veste bem e é fã do Caetano. Isso são referências, só. Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera. Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível. Honestos existem aos milhares, generosos tem às pencas, bons motoristas e bons pais de família, está assim, ó.



Mas só o seu amor consegue ser do jeito que ele é.
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade.
Carlos Drummond de Andrade



ESTOU CANSADA...

´Estou cansada. Cansada de ser racional. Cansada de tomar iniciativa, cansada de ser homem em cima do salto 15. Por isso, em nome do meu equilíbrio, da falsa modernidade e dessa bagunça que virou um simples abrir ou fechar de portas, me atrevo a dizer: toda mulher tem seu lado mulherzinha. Rapazes, sejam fortes e persistentes! Nós somos complicadas mas contamos com vocês! (Que o mundo tenha mais amor, gentileza e meia sete-oitavos!)´

...
 
 

A VERDADE ESTÁ NA CARA, MAS NÃO SE IMPÕE

O que foi que nos aconteceu?



No Brasil, estamos diante de acontecimentos inexplicáveis, ou melhor, 'explicáveis' demais.



Toda a verdade já foi descoberta, todos os crimes provados, todas as mentiras percebidas.



Tudo já aconteceu e nada acontece. Os culpados estão catalogados, fichados, e nada rola.



A verdade está na cara, mas a verdade não se impõe. Isto é uma situação inédita na História brasileira!



Claro que a mentira sempre foi a base do sistema político, infiltrada no labirinto das oligarquias, mas nunca a verdade foi tão límpida à nossa frente e, no entanto, tão inútil, impotente, desfigurada!



Os fatos reais: com a eleição de Lula, uma quadrilha se enfiou no governo e desviou bilhões de dinheiro público para tomar o Estado e ficar no poder 20 anos!



Os culpados são todos conhecidos, tudo está decifrado, os cheques assinados, as contas no estrangeiro, os tapes, as provas irrefutáveis, mas o governo psicopata de Lula nega e ignora tudo!



Questionado ou flagrado, o psicopata não se responsabiliza por suas ações. Sempre se acha inocente ou vítima do mundo, do qual tem de se vingar. O outro não existe para ele e não sente nem remorso nem vergonha do que faz!



Mente compulsivamente, acreditando na própria mentira, para conseguir poder. Este governo é psicopata!!! Seus membros riem da verdade, viram-lhe as costas, passam-lhe a mão nas nádegas. A verdade se encolhe, humilhada, num canto. E o pior é que o Lula, amparado em sua imagem de 'povo', consegue transformar a Razão em vilã, as provas contra ele em acusações 'falsas', sua condição de cúmplice e Comandante em 'vítima'!



E a população ignorante engole tudo... Como é possível isso?



Simples: o Judiciário paralítico entoca todos os crimes na Fortaleza da lentidão e da impunidade. Só daqui a dois anos serão julgados os indiciados - nos comunica o STF.



Os delitos são esquecidos, empacotados, prescrevem. A Lei protege os crimes e regulamenta a própria desmoralização Jornalistas e formadores de opinião sentem-se inúteis, pois a indignação ficou supérflua. O que dizemos não se escreve, o que escrevemos não se finca, tudo quebra diante do poder da mentira desse governo.

Sei que este é um artigo óbvio, repetitivo, inútil, mas tem de ser escrito...



Está havendo uma desmoralização do pensamento.



Deprimo-me:



Denunciar para quê, se indignar com quê? Fazer o quê?'



A existência dessa estirpe de mentirosos está dissolvendo a nossa língua. Este neocinismo está a desmoralizar as palavras, os raciocínios. A língua portuguesa, os textos nos jornais, nos blogs, na TV, rádio, tudo fica ridículo diante da ditadura do lulo-petismo.



A cada cassado perdoado, a cada negação do óbvio, a cada testemunha, muda, aumenta a sensação de que as idéias não correspondem mais Aos fatos!



Pior: que os fatos não são nada - só valem as versões, as manipulações.



No último ano, tivemos um único momento de verdade, louca, operística, grotesca, mas maravilhosa, quando o Roberto Jefferson abriu a cortina do país e deixou-nos ver os intestinos de nossa política.



Depois surgiram dois grandes documentos históricos: o relatório da CPI dos Correios e o parecer do procurador-geral da república. São verdades cristalinas, com sol a Pino.



E, no entanto, chegam a ter um sabor quase de 'gafe'.



Lulo-Petistas clamam: 'Como é que a Procuradoria Geral, nomeada pelo Lula, tem o desplante de ser tão clara! Como que o Osmar Serraglio pode ser tão explícito, e como o Delcídio Amaral não mentiu em nome do PT ? Como ousaram ser honestos?'

Sempre que a verdade eclode, reagem.



Quando um juiz condena rápido, é chamado de exibicionista'. Quando apareceu aquela grana toda no Maranhão (lembram, filhinhos?), a família Sarney reagiu ofendida com a falta de 'finesse' do governo de FH, que não teve a delicadeza de avisar que a polícia estava chegando...



Mas agora é diferente.



As palavras estão sendo esvaziadas de sentido. Assim como o stalinismo apagava fotos, reescrevia textos para contestar seus crimes, o governo do Lula está criando uma língua nova, uma neo-língua empobrecedora da ciência política, uma língua esquemática, dualista, maniqueísta, nos preparando para o futuro político simplista que está se consolidando no horizonte.



Toda a complexidade rica do país será transformada em uma massa de palavras de ordem , de preconceitos ideológicos movidos a dualismos e oposições, como tendem a fazer o Populismo e o simplismo.



Lula será eleito por uma oposição mecânica entre ricos e pobres, dividindo o país em 'a favor' do povo e 'contra', recauchutando significados que não dão mais conta da circularidade do mundo atual. Teremos o 'sim' e o 'não', teremos a depressão da razão de um lado e a psicopatia política de outro, teremos a volta da oposição Mundo x Brasil, nacional x internacional e um voluntarismo que legitima o governo de um Lula 2 e um Garotinho depois.



Alguns otimistas dizem: 'Não... este maremoto de mentiras nos dará uma fome de Verdades'!





Este texto foi escrito por ARNALDO JABOR, mas retirado do site da CBN pelo TSE.
 
Leia o comentário de Dora Kramer, Estadão de Domingo:




'A decisão do TSE que determinou a retirada do comentário de Arnaldo Jabor do site da CBN, a pedido do presidente 'Lula' até pode ter amparo na legislação eleitoral, mas fere o preceito constitucional da liberdade de imprensa'
  
ABSURDOS À PARTE... AQUI NÃO HÁ SENSURA!!!

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

TO COM VONTADE DE VC DEBAIXO DO MEU COBERTOR, DE TE ARRANCAR SUSPIROS, FAZER AMOR...


EU ESCOLHO MINHAS BATALHAS





E MINHAS ARMAS!           

MAS NUNCA MEUS SOLDADOS... PQ NÃO SEI QUE CORES ELES USAM...

MEIO GATO, MEIO GENTE

´Por isso, eu te peço
(de um jeito meio sem-vergonha, que é assim que eu costumo ser):
se eu gostar de você, tenha a gentileza de não me deixar tão solta.
Não me pergunte aonde vou, mas me peça pra voltar.
Sou fácil de ler, mas não tente descobrir por que o mesmo refrão insiste em tocar tanto.
Se eu gostar de você, tenha a gentileza de também gostar de mim.
E me deixe ser, assim, exatamente como eu sou.
Meio gato, meio gente.´


SERRA OU DILMA? A ESCOLHA DE SOFIA

Infelizmente, já não está em questão o candidato dos nossos sonhos, a anulação do voto ou qualquer coisa parecida. É uma realidade que precisamos encarar. Nos cabe por agora evitar o pior e o pior neste caso, é coisa séria. Por isto, não podemos correr o risco de perder nosso voto, sob pena do pior acontecer.

A ESCOLHA DE SOFIA
 
"O maior castigo para aqueles que não se interessam por política, é que serão governados pelos que se interessam" - Arnold Toynbee

 
Como vocês sabem, a escolha de Sofia é a história de uma mãe judia no campo de concentração nazista de Auschwitz, que é forçada por um soldado alemão a escolher entre o filho e a filha - qual será executado e qual será poupado.

Se ela se recusasse a escolher, os dois seriam mortos.
Ela escolhe o menino, que é mais forte e tem mais chances de sobreviver, porém nunca mais tem notícias dele.

A questão é tão terrível que o título se converteu em sinônimo de decisão quase impossível de ser tomada.


Serra ou Dilma? A Escolha de Sofia."
(por Rodrigo Constantino )





Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que as pessoas de bem nada façam (Edmund Burke)



Agora praticamente é oficial: José Serra e Dilma Rousseff são as duas opções viáveis nas próximas eleições. Em quem votar? Esse é um artigo que eu não gostaria de ter que escrever, mas me sinto na obrigação de fazê-lo.
Os antigos atenienses tinham razão ao dizerem que assumir qualquer lado é melhor do que não assumir nenhum?
Mas existem momentos tão delicados e extremos, onde o que resta das liberdades individuais está pendurado por um fio, que talvez essa postura idealista e de longo prazo não seja razoável. Será que não valeria a pena ter fechado o nariz e eliminado o Partido dos Trabalhadores Nacional - Socialista em 1933 na Alemanha, antes que Hitler pudesse chegar ao poder? Será que o fim de eliminar Hugo Chávez justificaria o meio deplorável de eleger um candidato horrível, mas menos louco e autoritário? São questões filosóficas complexas. Confesso ficar angustiado quando penso nisso.
Voltando à realidade brasileira, temos um verdadeiro monopólio da esquerda na política nacional. PT e PSDB cada vez mais se parecem. Mas existem algumas diferenças importantes também. O PT tem mais ranço ideológico, mais sede pelo poder absoluto, mais disposição para adotar quaisquer meios os mais abjetos para tal meta. O PSDB parece ter mais limites éticos quanto a isso O PT associou-se aos mais nefastos ditadores, defende abertamente grupos terroristas, carrega em seu âmago o DNA socialista. O PSDB não chega a tanto.
Além disso, há um fator relevante de curto prazo: o governo Lula aparelhou a máquina estatal toda, desde os três poderes, passando pelo Itamaraty, STF, Polícia Federal, as ONGs, as estatais, as agências reguladoras, tudo! O projeto de poder do PT é aquele seguido por Chávez na Venezuela, Evo Morales na Bolívia, Rafael Correa no Equador, enfim, todos os comparsas do Foro de São Paulo. Se o avanço rumo ao socialismo não foi maior no Brasil, isso se deve aos freios institucionais, mais sólidos aqui, e não ao desejo do próprio governo. A simbiose entre Estado e governo na gestão Lula foi enorme. O estrago será duradouro. Mas quanto antes for abortado, melhor será: haverá menos sofrimento no processo de ajuste.
Justamente por isso acredito que os liberais devem olhar para este aspecto fundamental, e ignorar um pouco as semelhanças entre Serra e Dilma. Uma continuação da gestão petista através de Dilma é um tiro certo rumo ao pior.
Dilma é tão autoritária ou mais que Serra, com o agravante de ter sido uma terrorista na juventude comunista, lutando não contra a ditadura, mas sim por outra ainda pior, aquela existente em Cuba ainda hoje. Ela nunca se arrependeu de seu passado vergonhoso; pelo contrário, sente orgulho. Seu grupo Colina planejou diversos assaltos. Como anular o voto sabendo que esta senhora poderá ser nossa próxima presidente?! Como virar a cara sabendo que isso pode significar passos mais acelerados em direção ao socialismo bolivariano?
Entendo que para os defensores da liberdade individual, escolher entre Dilma e Serra é como uma escolha de Sofia.Anular o voto, desta vez, pode significar o triunfo definitivo do mal. Em vez de soco na cara ou no estômago, podemos acabar com um tiro na nuca.
Dito isso, assumo que votarei em Serra, Meu voto é anti-PT acima de qualquer coisa. Meu voto é contra o Lula, contra o Chávez, que já declarou abertamente apoio a Dilma. Meu voto não é a favor de Serra. E, no dia seguinte da eleição, já serei um crítico tão duro ao governo Serra como sou hoje ao governo Lula. Mas, antes é preciso retirar a corja que está no poder.
Antes é preciso desarmar a quadrilha que tomou conta de Brasília. Só o desaparelhamento de petistas do Estado já seria um ganho para a liberdade, ainda que momentâneo.
Respeito meus colegas liberais que discordam de mim e pretendem anular o voto. Mas espero ter sido convicente de que o momento pede um pacto temporário, como única chance de salvar o que resta da civilização - o que não é muito, mas é o que hoje devemos e podemos fazer!

Artigo escrito em final de 2009 pelo economista Rodrigo Constantino. Autor de 5 livros. Escreve a coluna "Eu e Investimentos" do jornal Valor Econômico. É também colunista do jornal O Globo. Membro-fundador do Instituto Millenium. Vencedor do prêmio Libertas em 2009, no XII Forum da Liberdade. Seu curriculum vai muito além, é extenso e respeitável

REPASSE SEM MODERAÇÃO








quinta-feira, 9 de setembro de 2010

MEU CORAÇÃO É PURO......

MAS MEU CORPO É PECADOR.....rss

MULHERES BEM COMPORTADAS RARAMENTE FAZEM HISTORIA

Um dia quando voltares a ter o meu corpo, por favor devolve-me a minha alma...

vc pode me fazer o favor de sair dos meus sonhos inferno

Isso tem nome meu anjo...

OBSESSÃO

CIO

... desejo que não acontece
fica parado no peito
ai, vira obsessão..."


Quero dormir com você ou pelo menos te dar um beijo na boca
O meu amor não não tem pudor nem acanhamento
não tem paciencia, não aguenta mais a urgencia do desejo
e eu te olho, te olho, te olho
como se dissesse.

Penso, ele há de perceber, me enconsto um pouco
espero um gesto, um sinal, uma titude
que eu possa interpretar como resposta
uma indicação
mas você é um homem sério
e continua se escondendo atras dessas teorias
e nem te brilha no olho uma faisca de tentação.

aí, que aflição
pensar no que faria
se pudesse

desejo que não acontece
fica parado no peito
ai, vira obsessão

(Bruna Lombardi)

SAUDADE É NÃO SABER...


Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

CHEGOU O GRANDE DIA




Centenário do Timão. Texto que quase explica o que é ser Corinthians!!?

Por Carlos Cereto


"Doce mistério da vida esse Corinthians. Inexplicável Corinthians.A frase é de Osmar Santos, um dos maiores narradores de todos os tempos, na descrição do gol de Basílio contra a Ponte Preta em 77, gol que encerrou um jejum de 23 anos sem títulos, um dos capítulos mais importantes da história centenária do Sport Club Corinthians Paulista. Uma paixão que não se explica em palavras. Não se define por resultados ou padrão de beleza. Não depende de vitórias, conquistas ou rótulos.Para o corintiano basta que o Corinthians exista, aliás, corintiano que é corintiano não gosta de futebol, gosta mesmo é do Corinthians. Um clube que nasceu pra ser diferente; amado ou odiado, mas falado, por amigos e inimigos.Iluminado sob a luz do Lampião, o Corinthians é luz que não se apaga, é fogo que queima na alegria ou na tristeza, na saúde ou na doença, um casamento perfeito entre a paixão e o sofrimento. Doce sofrimento. Sofrer é o verbo favorito do corintiano, um bando de loucos, uma nação narcisista que gosta de se ver no espelho das arquibancadas.É sentimento que não para, não para, não para nunca pra quem é Fiel, pra quem não abandona. E o Corinthians jamais será abandonado porque o Corinthians não é um clube, não é um time, o Corinthians é uma paixão, mais do que isso é uma religião.Com todo respeito aos que não comungam da fé alvinegra, bege, roxa, preto, branco, sem preconceitos, o momento é de reverenciar o povo, a democracia.Salve o Corinthians!"O texto só não consegue explicar o que é VIVER CORINTHIANS!!!