... Você pode me ver do jeito que quiser, eu não vou fazer esforço pra te contrariar, de tantas mil maneiras que eu posso ser, estou certa que uma delas vai te agradar...

Total de visualizações de página

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Não sei se é todo esse tempo que passou, ou o pouco tempo que ainda falta passar. Não sei se é o pouco que já se viveu, ou tudo que ainda nos resta viver. Não sei se é o pouco que eu sei sobre você, ou o muito que ainda tenho pra descobrir. Eu não sei de muitas coisas, mas poucas vezes tive tanta certeza de algumas. Eu preciso da tua presença para, pela primeira vez, sentir genuína saudade. Eu preciso de você aqui, pra nunca mais te querer em outro lugar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário