... Você pode me ver do jeito que quiser, eu não vou fazer esforço pra te contrariar, de tantas mil maneiras que eu posso ser, estou certa que uma delas vai te agradar...

Total de visualizações de página

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Querida TPM

Queria te contar em como ando olhando tudo com olhos de pânico, de medo e que sensação horrível sinto quando penso em você. Você não me passa segurança, não acredito em uma palavra sua. Sei que tenho andado meio neurótica, sofrendo por antecipação, pensando coisas horríveis e a culpa de toda é sua. Você não tem noção de como arrebenta meus argumentos e coisas quando começo a ser positiva. Em como me faz achar que se não é do meu jeito simplesmente NÃO É. Odiar você tem sido uma constante, mas não consigo tirar vc de dentro de mim. Tenho certeza de que tudo vai dar errado, tudo. Capaz de um raio cair na minha cabeça não duas, mas três vezes (no mesmo dia). Minha mãe se chama "Lady Murphy". Porra! Sai do meu pé! Da minha vida porque esse corpinho roliço não te pertence é meu! Você tem a posse do meu cérebro e do meu coração no momento (pelos próximos dez dias). Isso me irrita, me faz chorar e achar que sou o ser mais incompreendido e mal amado que já andou sob a face da Terra. Quero ser abduzida e levada pra um lugar em que eu possa me afogar em chocolate e dormir envolta num edredon de penas de ganso rosa, cheirando camomila e que ninguém ouse pronunciar meu santo nome em vão. É pedir muito? Pára de falar que não sou capaz, não sou boa o suficiente, que não sou amada, não sou bonita, vou perder pra qualquer "Tieta do Agreste" e que nunca vou ser feliz. Ô sensação maldita que você me dá. Te odeio e quero que você morra!




Com amor, garota com enxaqueca

Um comentário:

  1. Ameeeei Aline. Eu me sinto bem assim mesmo quando estou nessa maldita TPM, hehehehe. Bjoooos.

    ResponderExcluir