... Você pode me ver do jeito que quiser, eu não vou fazer esforço pra te contrariar, de tantas mil maneiras que eu posso ser, estou certa que uma delas vai te agradar...

Total de visualizações de página

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

" Penso que em poucos momentos da minha vida evolui tanto quanto neste período entre meus dois aniversários. Passei a compreender de fato, no coração, questões que compreendia só em tese. Libertei-me de boa parte das ambições e ao livrar-me delas, coloquei-me à altura de enfrentar desafios maiores. Penso que me libertei também de muitas fraquezas, como o desejo de agradar e a preocupação excessiva com a reputação. Ser capaz de livrar-me destas cadeias me deixou mais sincera comigo mesma e com os outros, menos imponente a tentar temperar minhas opiniões e ações segundo a vontade alheia. Esta evolução melhorou à minha imagem diante do espelho, que não deixa de ser ao mesmo tempo, uma idolatria ao meu próprio ego."

Nenhum comentário:

Postar um comentário